OS INDIE GAMES, A BASE DO MERCADO

Wolf cosmic
@wolf-knight
Indiegamebr

Sabe Celeste, Minecraft, Undertale, Terraria, Limbo e Super Meet Boy?! Então, sabe o que todos eles tem em comum? SÃO GAMES INDIES! Sim eles são incríveis e ainda são indies. E é sobre eles que vou falar hoje.

Esse texto vai ser em um estilo diferente do meu ultimo post, mas vou responder as pessoas que me fizeram perguntas antes, por que nesse eu vou falar mais e responder um pouco menos.

Talvez você não saiba por isso vou explicar, Indie Games são jogos feitos por uma pessoa ou pequeno grupo, que não recebem apoio financeiro e que frequentemente focam na inovação. MAS POR QUE AFIRMO QUE ELES SEJAM A BASE DO MERCADO? BEM...

ELES GERAM MUITAS E NOVAS IDEIAS - Desenvolvedores de jogos independentes podem, geralmente, correr mais riscos quando se trata de fazer algo diferente, mas as vezes isso dá certo. E estamos vendo isso constantemente, com jogos como o Kerbal Space Program, entrando no mercado mainstream e chamando a atenção da NASA e Elon Musk, isso mostra que correr riscos e fazer algo um pouco fora do ritmo pode ter um impacto real. Os grandes editores de jogos têm a pressão de garantir que não alienem seu mercado, garantindo que lançem novos jogos o mais rápido possível e, geralmente, não corram muitos riscos. Em poucas palavras, os grandes editores de jogos têm um foco maior na lucratividade, e com orçamentos enormes por trás de cada jogo, eles têm muito mais em jogo, e geralmente decidem ficar com uma receita vencedora. Acredito que isso sufoque a criatividade e force os criativos a colorir dentro das linhas. Mas com os desenvolvedores de jogos independentes, eles podem literalmente fazer o que quiserem, renovando o mercado, mesmo que sem perceber. 

ELES PROMOVEM A INOVAÇÃO - A propensão acima mencionada de assumir riscos também incentiva os desenvolvedores independentes a explorar novas tecnologias. Com tecnologia fenomenal vindo à tona como realidade aumentada, realidade virtual e jogos baseados em blockchain, jogos indie realmente vieram à festa em termos de experimentação. 
Vimos um uso muito impressionante dessa tecnologia, especialmente considerando que tudo é muito novo e, portanto, pode ser um desafio trabalhar com ela. Esta é a parte que eu estou realmente animado sobre; Acho que vamos ver mais e mais jogos indie incríveis usando essa tecnologia de maneiras inovadoras e interessantes.

ELES FAZEM A COMUNIDADE GAMER CRESCER - Esse é um dos maiores pontos. Desenvolvedores de jogos independentes também são geralmente mais envolvidos com a comunidade, a ponto de receber feedback da comunidade e implementá-lo na próxima iteração do jogo. Isso cria um verdadeiro senso de comunidade e gera uma nova maneira de conquistar a fidelidade do cliente; que acredito ser muito importante nesse ambiente. E uma vez que a comunidade cresce, mais e mais pessoas podem fazer parte dela, e quando fazem parte da comunidade de jogos, seus interesses tendem a se expandir para outras áreas de jogos e gradualmente aumentam ainda mais o mercado. 2017 viu um aumento de 10% no mercado global de jogos, e acredito que nunca houve um momento melhor para os jogos indies deixarem sua marca.

ELES PREENCHEM UMA LACUNA NO MERCADO - Os jogos independentes são projetos que não tem apoio financeiro, o que significa que eles geralmente têm um preço menor, ou são gratuitos, que preenche uma lacuna no mercado. Os jogadores casuais não necessariamente querem pagar por títulos caros de AAA, porque não gastam horas jogando o jogo. Muitas vezes, eles estão apenas procurando por um jogo pequeno e divertido para passar o tempo, e é aí que os jogos indie entram em ação. Além disso, os jogos independentes geralmente criam um novo gênero de jogos. Como esses jogos têm características e histórias muito específicas, eles criam um gênero próprio que pode decolar e levar a um novo subconjunto de jogos, o que, por sua vez, pode aumentar o pool de recursos de talentos, bem como o mercado.

Eh, acho que já deu pra entender. O fato é que os Indie Games são uma das partes mais importantes da sociedade gamer, então se você é ou conhece uma pessoa ou grupo, orgulhe-se, pois ele é um dos motivos da sociedade gamer continuar andando e crescendo.

RESPONDENDO PERGUNTAS DO MEU ULTIMO POST - Lucas Fernandes perguntou qual era o jogo em que estou trabalhando e o que me motiva. R - Atualmente é o Life of Lie (é só clicar no nome), um jogo que fiz com meu grupo pra uma game jam, mas esse é tipo nosso 'carro chefe'. O que me motiva é saber como posso crescer no ramo e minha paixão pelos jogos. Acho que criar jogos para ficar rico pode motivar alguns, admito que essa ideia já passou pela minha cabeça, mas esse é um caminho bem difícil e esse é um mercado muito concorrido. Fazer jogos é bem legal, e a produção é até melhor que ganhar dinheiro (ao menos até agora, rsrs). 

RESPONDENDO PERGUNTAS DO MEU ULTIMO POST - Guybrush perguntou se precisa ser 'pau pra toda obra' (Boa Pergunta). R - Não e sim. Bem, se você for bom em tudo, ótimo e parabéns. Caso não (como eu) você PRECISA ser bom/ótimo em uma coisa, talvez ser razoável em todo resto ou ruim em um e razoável no restante. O que não pode ocorrer é ser razoável em todos, pois assim seu jogo nunca será bom (já que o desenvolvedor não é bom).

Espero ter sido claro nas resposta é obrigado por elas.