O Primeiro Survival Horror Co Op - Seven Mansions: Senritsu no Bishou

@claudia-mitre-rocco

Algo meio aleatório que eu amo no jogo de hoje: A capa, pois quando você olha parece ser tudo, menos um Survival Horror, mas é exatamente isso que ele é.

Muita gente que ouviu falar sobre o primeiro Nanatsu no Hikan (Seven Mansions) de Playstation deve ter desanimado de jogar, visto que o jogo saiu apenas no Japão e até hoje ninguém traduziu; porém, o jogo que falarei agora é o segundo da série, exclusivo para Dreamcast, e para a nossa alegria ele foi traduzido recentemente.

Seven Mansions: The Uncanny Grimace (Koei) não é apenas um Adventure em primeira pessoa como seu antecessor, mas sim um Survival Horror de Ação e Aventura onde é possível mudar facilmente a câmera entre primeira e terceira pessoa (o que é super útil). Acredito que muita gente deve acreditar que Obscure foi o primeiro Survival Horror cooperativo, mas uma das novidades é que Seven Mansions veio primeiro, e tem um modo co-op BEM interessante.

O jogo começa com você escolhendo entre dois personagens que são amigos: Kei e Reina. O gameplay de Kei é mais focado em combate e o de Reina em exploração e puzzles; e se você jogar em modo Single Player, a escolha de personagem afeta consideravelmente o jogo. O interessante é que os personagens interagem entre si mesmo no modo single, onde você pode até tirar dúvidas com o CPU (caso fique meio sem rumo).

O modo Co-op interfere na história, onde o jogo Single é mais completo, mas ainda assim seria um dos jogos que eu mais recomendaria para alguém que queira jogar acompanhado e se divertir muito, visto que existem várias ações que só funcionam se feitas em conjunto e que um personagem deve cuidar do outro.

Falando brevemente sobre a história e os inimigos: Reina se aventura até uma ilha junto com Kei, pois a mesma está preocupada com seu amigo e mentor que aparentemente sumiu do mapa, e ela resolve ir até onde ele vive para ter notícias suas; porém, o que eles encontram é um lugar repleto de criaturas bizarras e perigosas (e monstros nem são sua única preocupação). Eu acho esse jogo um dos mais incríveis para Dreamcast; a jogabilidade é desafiadora e cheia de possibilidades, e a história é bem melhor do que aparenta comigo contando assim por cima (espere reviravoltas, personagens interessantes e até romance; quase uma novela). Além disso tudo, você ainda tem que se preocupar com suas armas, pois alguns monstros literalmente só podem ser mortos com uma arma específica e o arsenal é pequeno e deve-se tomar cuidado na hora de gastar munições (e eu não acho isso ruim, pois deixa o jogo mais tenso).

Para a época, os gráficos do jogo são bem bonitos, o jogo tem vários locais incríveis, a ambientação é tensa na medida certa e as cgs são MUITO bonitas.

Vocês podem achar facilmente a tradução do jogo pesquisando seu nome no Google. Recomendo jogarem com ambos os personagens, pois cada uma das rotas reservam surpresas diferentes.