Metro: Exodus – Fãs revoltados bombardeiam avaliações na Steam

Após a decisão de tornar o novo da série, Metro: Exodus, um jogo exclusivo da Epic Store no PC, diversos jogadores decidiram demonstrar sua indignação bombardeando os outros games da série com reviews negativos na Steam.

Mas, assim como na história de Metro, infelizmente as principais vítimas desse ação não tem a menor relação com aqueles que tomam as decisões.

- Metro: Exodus - Fãs revoltados bombardeiam avaliações na Steam

Para quem não entende como publicar um jogo funciona, você tem uma desenvolvedora (estúdio de desenvolvimento) que é responsável por criar e dar manutenção ao jogo. No entanto quando ela é muito pequena, há necessidade de ter uma editora para ajudar no marketing e vendas.

Neste e em vários outros casos o estúdio que desenvolve o jogo não tem poder para tomar decisões sobre a venda e marketing do produto. Indignação essa que é dividida até pelo escritor dos livros, que falou em seu twitter que não apoiava a decisão.


- Metro: Exodus - Fãs revoltados bombardeiam avaliações na Steam

Tradução:

Glukhovsky (Autor do Livro): Aparentemente a Steam não tinha gás suficiente para este trem.

Comentário: LOL! Você está matando a sua própria franquia

Resposta do Glukhovsky: Não, eu estou vendo ser assassinada e não posso fazer nada.


Os responsáveis por esta decisão foi a Koch Media, detentora da propriedade intelectual da série Metro, que realizou as pressas um acordo com a Epic Games Store. Infelizmente bombardear os antigos jogos da série com reviews negativos, tem pouco impacto sobre a editora e maior impacto na desenvolvedora que é inocente dentro da situação.

A 4A Games é uma desenvolvedora particularmente sem sorte, seus únicos jogos são os da série Metro. Seu escritório ficava em Kiev, na Ucrânia, em uma região particularmente perigosa. O que os forçou a mudar o estúdio para Sliema, em Malta, com medo de serem bombardeados durante os conflitos que aconteciam a seu redor.

O lançamento de Last Light também passou por problemas quando sua editora de confiança faliu e sua nova parceira resolveu tornar o modo “Ranger”, modo Hardcore de Metro, em um conteúdo pago, o que enfureceu os fãs.

- Metro: Exodus - Fãs revoltados bombardeiam avaliações na Steam

Protestos contra a Koch Media são muito bem vindos, principalmente nas redes sociais. No entanto bombardear as avaliações só dá mais força para as empresas que estão saindo da Steam em debandada, já que não sofrerão o mesmo na Epic Games que não tem sistema de avaliação, além de prejudicar um estúdio que não foi responsável pela decisão.

No entanto está é somente minha opinião, mas quero escutar mais de vocês. O que estão achando dessa situação toda?


Metro Exodus ocorre vinte e cinco anos depois do fim da guerra nuclear que destruiu o planeta, no entanto ainda há milhares de sobreviventes ainda vivem abaixo das ruínas do Metrô de Moscou.

Você precisará fugir do Metrô e liderar um grupo de sobreviventes em uma jornada através de uma Rússia pós-apocalíptica, em busca de uma nova vida no leste.

Metro: Exodus será lançado para PS4, Xbox One e PC em 15 de Fevereiro. Aproveite e veja os requisitos mínimos para rodar no seu PC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…